LER – Salão Carioca do Livro reabre Biblioteca Parque em evento gratuito

| 16/05/2018

Fechada desde 2016, a Biblioteca Parque Estadual da Avenida Presidente Vargas reabre esta semana com a 2ª edição da LER – Salão Carioca do Livro. Parceria entre a Secretaria Estadual de Cultura do Rio e os produtores do evento devolve aos cariocas espaço que ganhou o coração de quem circula na região central da cidade.  Entre os dias 17 e 20 de maio, dá para matar a saudade da biblioteca de graça com oficinas, conversas, saraus, contação de histórias, exposições e bate-papos com autores como Gregório Duvivier, Thalita Rebouças e Miriam Leitão.

Fachada da Biblioteca Parque Estadual, na Av. Presidente Vargas, onde a partir desta quinta começa o Salão do Livro - LER

O curador Julio Silveira considera a LER - Salão Carioca do Livro um festival do leitor, uma oportunidade para troca de ideias e inspiração mútua. “Em tempos de polarização radical, tentei trazer para as mesas da LER toda uma gama de pontos de vista diferentes, com leitores de todos os perfis e origens. Para que todos possam ver o que temos em comum, mas também possam apreciar e aprender com as diferenças para, quem sabe, construir e criar juntos”, define.
A primeira edição da LER, no mês de novembro de 2016, no Píer Mauá, recebeu 84 mil pessoas, tornando-se o maior evento aberto do livro na cidade. Ao longo dos quatro dias de intensa programação, o público teve acesso gratuito a encontros e bate-papos com 115 escritores convidados, livrarias cariocas e editoras independentes e artesanais, sebos, 34 performances poéticas, 8 peças teatrais, 43 oficinas e 32 atrações paralelas. Em 2018, com o evento na Biblioteca Parque Estadual, espaço querido pelos cariocas, o público estimado é de 95 mil participantes ao longo dos quatro dias de atividades.


Sala de leitura da Biblioteca Parque Estadual do Centro

Espaços Temáticos
Um dos destaques da programação da LER é o Café do Livro: bate-papos entre autores com perspectivas diferentes sobre criação, história, política e identidade. Entre os nomes confirmados estão Conceição Evaristo, Eduardo Spohr, Fernanda Young, Thalita Rebouças, Jorge Caldeira, Geovani Martins, André Vianco, Marcia Tiburi, Maria Valéria Rezende, Miriam Leitão, Cristóvão Tezza, Arthur Dapieve e Luiz Antônio Simas.
No Palco da Palavra, o público participa de apresentações individuais e entrevistas sobre tema ou obra com a presença de pensadores e criadores. A programação também prevê apresentações, palestras e lançamentos de livros com nomes como Nei Lopes, Heloísa Buarque de Holanda e Marcelo Janot.
O Espaço Cesgranrio contou com a curadoria do próprio Centro Cultural Cesgranrio e trará diferentes intervenções. A apresentadora Glória Maria, por exemplo, conduzirá o debate sobre o protagonismo negro nas artes. A relação entre literatura e internet, literatura e sexualidade e também entre história e literatura fazem parte dos debates ao longo do evento. Importantes autores da TV, como Duca Rachid, Cláudia Souto e Daniel Berlinsky falarão sobre seus processos criativos. Artistas como Andrea Beltrão, Armando Babaioff e Amir Haddad farão leitura comentada de obras de Shakespeare. Já Cissa Guimarães, Johnny Massaro, Jônatas Faro e Cláudia Ohana se reunirão para declamar e comentar suas poesias preferidas. Outros artistas e personalidades comentarão seus livros preferidos. Segundo a organização, Gregório Duvivier, Luana Piovani e o cineasta Fernando Grostein figuram nessalista. O ator Paulo Betti fará palestra sobre a adaptação literária para o cinema, e Elisa Lucinda falará sobre Literatura e empoderamento.
O espaço contará ainda com apresentações cênicas, como o espetáculo “Quem é você?”, que trata do bullying, em musical de repertório indígena apresentado pelo Coral Cênico Cesgranrio. Peças teatrais de clássicos literários como “O Alienista”, “Tristão e Isolda” e “O Homem que sabia Javanês” também estão nesta seção. Ruy Castro, Márcia Tiburi, Ailton Krenak, Martinho da Vila e Conceição Evaristo farão palestras nesse espaço. 
Com curadoria de Verônica Lessa e Volnei Canônica, o Espaço Infantil oferecerá atividades como oficina de ilustração, Slam de ilustração, Sarau e curtas de animação de livros infantis durante todo o evento para o público mirim da LER. “Pensamos em um espaço voltado a criação e imaginação, com cerca de 30 autores que representam a diversidade dos gêneros e a criatividade da literatura infantil brasileira", detalha Verônica Lessa. O clube de leitura Quindim terá uma livraria temática no local.
Já o Espaço #JOVEM recebe Elika Takimoto, Eduardo Marinho, André Dahmer, Octavio Aragão e mais 47 artistas independentes do mundo dos HQ’s. Além de cosplayers, oficinas de caricaturas, storyboards, roteiro, desenho e animação.
Salões e doação para instituições de ensino
A LER promoverá um sarau na área externa com a presença de artistas da periferia. Também oferece espaços para Salão do Livro com livrarias cariocas e editoras independentes; Salão Digital assinado pela Amazon com uma agenda de palestras sobre o mundo digital na literatura; exposição da artista plástica Susi Cantarino, da Galeria Metara, no Porto Maravilha; rodas de leituras com a Academia Carioca de Letras; troca-troca de livros e muito mais!
Todas as atividades são gratuitas e terão inscrições prévias via site, mas também é possível entrar com inscrição na hora. Escolas tá confirmada também a participação de escolas e a campanha “Doe um Livro”, que vai arrecadar doações para as instituições de ensino do Estado.
 
Serviço LER – Salão Carioca do Livro
Programação Completa 
Data: 17 a 20 de maio de 2018
Horário: 10h às 21h
Local: Biblioteca Parque Estadual - Av. Pres. Vargas, 1261 - Centro
Entrada gratuita
www.lersalaocarioca.com.br